Publicado em Horta, Nível de dificuldade: fácil, Receitas Veganas, receitas vegetarianas, Saladas, Tempo de Cozimento: rápido

Gargouillou da Horta.

Nossos olhos se acostumam com o milagre que existe em cada forma de vida que faz parte de nosso mundo.

image

Nos acostumamos com a beleza a ponto de não mais nos surpreendermos com ela, nos acostumamos com os sabores até os acharmos comuns, nos acostumamos a fazer tudo sempre do mesmo jeito até não vermos mais o quanto se pode aproveitar e valorizar as coisas mais simples que nos acompanham.

image

Esse post reflete essa realidade. De que nossos olhos não enxergam o potencial do que torna-se comum para nós.

Todos sabem que tenho uma Horta que abastece minha casa de verduras, temperos e, quando tudo dá certo, alguns legumes. Mas até ontem nunca tinha a tinha olhado em toda sua plenitude e potencialidade.

Essa mudança aconteceu a partir da leitura da entrevista concedida pelo Chef francês Michel Brás ao caderno Paladar do Estadão e que resumo para vocês abaixo. A entrevista original pode ser lida aqui, Michel Brás para o caderno Paladar do Estadão.

image

Imagens do Gargouillou e do Petit Gateau, extraídas da web, duas das mais conhecidas receitas que ele criou.

Petit Gateau. Imagem da web.
Petit Gateau. Imagem da web.

image

Agora, o Gargouillou que fiz a partir do que tenho no meu quintal e a verdade de que nunca mais  olharei minha horta da mesma forma.

image

Ingredientes:

Folhas, flores, frutos e legumes fresco, preferencialmente recém colhidos. PANCS são muito interessante para essa finalidade.

image

Da Pitangueira as pequenas pitangas, do Pé as Acerolas, Flores do Almeirão, do Manjericão e da Mostarda. Ramos e Flores da Erva-Doce e as menores folhas da Horta. E do mercado, a Abobrinha.

Tempero:

Meio limão, um pouco de azeite de oliva e sal.

image image image image

Autor:

Gosto de cozinhar porque acho que existe algo de mágico e misterioso no ato de escolher ingredientes simples, disponíveis na natureza a milhares de anos, e transformá-los em uma comida que encanta, primeiro pelo aroma, depois pela cor e por último pelo sabor. Essa alquimia é capaz de nos surpreender a cada vez que repetimos uma receita. Exemplo: Peixe fresco, com molho de ervas, guarnição de legumes e purê de batatas. Simples, fácil e perfeito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s