Publicado em Confort Food, Focaccias e Tortas Salgadas, Nível de dificuldade: fácil, Pizzas, Tempo de Cozimento: rápido

Pizza dos Deseperados

Exausta…

Não  encontro palavra melhor para definir  meu estado no momento.

Hoje foi um daqueles dias em que os minutos tornam-se horas e que, ao final dele, tudo torna-se automatizado, quase como se outra pessoa estivesse executando as atividades e você fosse meramente um observador.

O calor carioca começa a dar o ar de sua graça. Ontem os termômetros marcaram 39 graus e hoje a máxima foi de 36.

Para completar o quadro, hoje começou, no Brasil, o horário de verão. Período no qual os relógios são adiantados em uma hora a fim de economizar energia elétrica e evitar possíveis “apagões”. Não vou entrar no mérito dessa questão, mas não posso deixar de constatar que, se está faltando dinheiro para investir em infra estrutura com certeza não é em função da baixa carga de impostos a que estamos sujeitos.

Bom, depois desse desabafo vamos ao que aqui, de fato interessa.

Por que Pizza dos Deseperados?  Porque, normalmente, em uma situação como essa acabamos por recorrer a um Disk Pizza qualquer a fim de economizar tempo e trabalho.

Pois é…mas será que, depois de um dia como esses, é  só isso que merecemos?

Lembrei de uma cena que vi na televisão uma vez. O chef Jamie Oliver apostou com o público que ele seria capaz de fazer uma pizza de qualidade mais rápido do que a pizzaria levaria para entregar uma.

Ora, eu posso não ser o Jamie Oliver, mas sou a autora da Cozinha Sincera e com certeza posso fazer uma pizza digna nessa noite quente.

Abri o armário de mantimentos e de lá tirei farinha de centeio, farinha de trigo, queijo parmesão, farinha de chia com linhaça, azeite de oliva, sardinhas e uma lata de tomate pelado. Da geladeira veio o fermento fresco e o queijo minas. E, a  partir desses ingredientes fiz, em 30 minutos, uma pizza.

Esse é o objetivo primeiro desse blog. Provar que nós podemos fazer!

Ingredientes:

  1. Meia receita de Massa Básica
  2. Troque metade da quantidade solicitada de farinha de trigo por farinhas integrais e misturas de sementes como chia, amaranto, linhaça ou gergelim.
  3. Enlatados diversos.
  4. Queijos.

Faça a massa:

image

image

image

Sove a massa, estenda no formato de sua assadeira e  leve para pré assar a 220 graus por cinco minutos.

image

image

Disponha os ingredientes do recheio, deixando o queijo por último e leve para assar até ficar dourada.

image

image

Aí está o resultado, uma pizza de massa nutritiva e saborosa com um recheio suculento e gostoso. Tudo isso em um tempo, provavelmente, maior que o Disk pizza mas com uma qualidade que não é possível comparar.

Autor:

Gosto de cozinhar porque acho que existe algo de mágico e misterioso no ato de escolher ingredientes simples, disponíveis na natureza a milhares de anos, e transformá-los em uma comida que encanta, primeiro pelo aroma, depois pela cor e por último pelo sabor. Essa alquimia é capaz de nos surpreender a cada vez que repetimos uma receita. Exemplo: Peixe fresco, com molho de ervas, guarnição de legumes e purê de batatas. Simples, fácil e perfeito.

4 comentários em “Pizza dos Deseperados

    1. Obrigada. O calor por aqui começa a ficar mais forte, mas sabemos que vai ficar muito pior. Em dezembro teremos dias e noites com 40, 42 graus de calor, mas quem é da cozinha, cozinha em qualquer situação. Quanto ao nome, pareceu-me o mais adequado pois realmente estava a beira de um colapso…rsrsrs. Bom ter você aqui.

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s