Publicado em Cozinha Japonesa, Culinária saudável, Massas, Nível de dificuldade: alto, Receitas de baixa caloria, Receitas orientais, Tempo de Cozimento: rápido

Massa e Recheio para Guioza ou Dupling

“Toda cultura é sustentada por um repertório de sabores que compõem o que se poderia chamar de culinária nacional, em oposição à culinária internacional.  Essa culinária agrega elementos da sabedoria secular e popular à obtenção e preparo dos insumos e, por estar diretamente ligada à construção do prazer, tem um inerente processo de criação que em muito se assemelha à construção artística. Além de inspirar os valores mais subjetivos da cultura, ela é também construtora de identidade.”

Takahashi, Jo. A cor do sabor: a culinária afetiva de Shin Koike/Jo Takahashi; fotos de Tatewaki Nio. São Pulo:Editora Melhoramentos, 2012. (Arte Culinária Especial)

A sutileza dos sabores, a combinação perfeitamente harmônica dos ingredientes  e a habilidade com que Shin Koike cria e apresenta suas obras, faz com que folhear seu livro seja como olhar para pintura de um grande mestre, perante a qual nos calamos humildemente na esperança de conseguir absorver um pouco de sua luz.

Ingredientes:

MASSA:

image

  1. Uma xícara de farinha de trigo.
  2. Uma pitada de sal.
  3. 1/3 de xícara de água fervendo.

Modo de Fazer:

Coloque a farinha e o sal em uma tigela e despeje a água fervendo em cima.

image

Com a ajuda de um par de hashi ou de um garfo, misture rapidamente os ingredientes.

image

Assim que esfriar o suficiente misture a massa com as mãos incorporando os ingredientes e formando uma bola.

image

Transfira para  uma superfície de trabalho e, utilizando o pulso, trabalhe a massa  até que essa fique completamente homogênea.

image

image

Deixe descansar por trinta minutos dentro de um saco plástico enquanto prepara o recheio.

image

RECHEIO: esse recheio eu fiz com os ingredientes que estavam disponíveis em minha cozinha naquele momento. O recheio do guioza é extremamente versátil. Carne de porco picada, peito de frango, camarões, carne de sisri, recheios somente de vegetais e combinações de qualquer dessas carnes com vegetais.

image

  1. 150 gramas de carne moída. Como não tinha carne moída piquei na faca o pedaço do filé de uma peça de contra filé que tinha em casa.
  2. Uma cenoura pequena ralada.
  3. Uma abobrinha pequena ralada.
  4. 1/4 de repolho roxo picado.
  5. Folhas verdes picadas. Aqui usei folhas guardadas de um brócoli.

Refogue primeiro a carne.

image

Quando secar toda a água adicione  a cenoura.

image

Refogue rapidamente, a idéia é que os legumes fiquem cozidos mas ainda firmes.

Uso sempre esse ralador, que você pode encontrar facilmente em qualquer lugar, em função do tipo de corte que ele proporciona.

image

Adicione os outros ingredientes e coloque um pouco de sal. Lembre-se de que o guioza normalmente é mergulhado em um molho a base de shoyo.

image

MONTAGEM:

Estenda a massa o mais fina possível, ela deve ficar quese translúcida.

image

image

image

Estenda utilizando um rolo de macarrão, é uma massa suave e elástica. Não é necessário o uso de força, movimentos suaves e contínuos produzem uma massa homogênea e translúcida.

Usando um cortador ou um pires, corte os discos de massa.

Mantenha os discos em um recipiente coberto com um pano de prato úmido para que a massa não resseque.

image

Adicione uma colher de chá do recheio a cada disco de massa.

image

image

Feche o guioza. Feche primeiro a parte cental do disco, depois feche o início das extremidades e por fim una tudo. Quando você for unir as extremidades à parte central irão formar- se duas pregas que são características do guioza.

image

image

Cozinhe em uma panela a vapor ou frite.

image

image

Misturei shoyo com um pouco  de suco de laranja e temperei com esse molho.

image

Autor:

Gosto de cozinhar porque acho que existe algo de mágico e misterioso no ato de escolher ingredientes simples, disponíveis na natureza a milhares de anos, e transformá-los em uma comida que encanta, primeiro pelo aroma, depois pela cor e por último pelo sabor. Essa alquimia é capaz de nos surpreender a cada vez que repetimos uma receita. Exemplo: Peixe fresco, com molho de ervas, guarnição de legumes e purê de batatas. Simples, fácil e perfeito.

10 comentários em “Massa e Recheio para Guioza ou Dupling

  1. Oi! Eu fiz mas a massa não rendeu tanto como a sua. Na primeira vez esticou pouco, eu fiz ainda assim em menor quantidade e ficou delicioso… Na segunda rendeu mais pois coloquei mais água e ela esticou mais, mas ainda assim não rendeu como na sua foto. Pode ser a qualidade da farinha? Obrigada.

    Curtir

    1. Boa tarde Daniele. Obrigada por sua visita. Muitos são os fatores que interferem no rendimento de massas de pão, pastel, pizza, esfihas… tanto pode ser a farinha quanto a espessura que a massa foi esticada. Como a massa de guioza não leva fermento o rendimento dela é ainda menor e sua sensibilidade a alterações nas medidas maior. Voltei a receita e contei, mais ou menos, 24 bolinhos para 1 xícara de farinha de trigo. Eu diria que, levando em conta o trabalho que dá e a delicia que fica, é uma massa que rende pouco. Tem uma ideia de quantos guioza rendeu a primeira e a segunda vez? Abraços, Sheila.

      Curtir

    1. Boa noite Claudia. Nao saberia responder pois é um alimento muito delicado, altamente perecível em função da carne de porco, de baixo rendimento e muito trabalhoso. Não quero me meter, mas ja me metendo… kkk, por que você não experimenta fazer esfihas ou empanadas, que são mais simples, mais baratas e rendem muito? Abraços, Sheila.

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s