Filé de Frango em Crosta de Ervas.

Peito de frango. Carne branca, seca e sem sabor. Sinto muito se vocês discordam mas não vejo graça alguma nesse corte. Tudo que se faz com ele tende a ficar assim…, seco e sem graça.

Mas como nem sempre a opinião da cozinheira pode prevalecer em uma casa, ás vezes sou obrigada a fazer aquilo que não me apetece.

Porém se tenho de fazê-lo, o farei da melhor forma possível.

Para evitar que a carne fique ainda mais seca, envolvi os filés em uma camada de farinha de arroz temperada com azeite e ervas frescas e depois assei em forno preaquecido a 200 graus por 20 minutos.

O resultado? Uma filé suculento envolto por uma crosta crocante com sabor de ervas. Perfeito acompanhado de Homus.

Ingredientes para 4 porções:

  1. 150g de peito de frango por pessoa.
  2. 1 xícara de farinha de arroz.
  3. Ervas frescas de sua preferência.
  4. Azeite de oliva o quanto baste.
  5. Suco de limão.
  6. Sal e pimenta do reino a gosto.

Veja a receita passo a passo no vídeo abaixo.

Boa noite a todos.

Cheesecake com Geléia de Frutas Vermelhas. Uma sobremesa especial para você.

Um cheesecake  é sempre surpreendente.

Massa crocante, interior cremoso e cobertura azedinha formam uma combinação que normalmente agrada a diversos paladares.

Sua massa pode ser feita a partir de uma massa para Torta Doce ou a partir de bolachas trituradas, ele pode ser assado ou não e sua cobertura pode ser feita com diversas geléias de fruta ou com curd o que o torna muito versátil.

Além de tudo isso, é considerada uma sobremesa, comparada com outras, de valor calórico aceitável.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Vamos a ele então.

MASSA;

Ingredientes:

  1. 250 g de farinha de trigo.
  2. 125 g de manteiga amolecida em ponto de pomada.
  3. 100 g de açúcar.
  4. 1 ovo.

Modo de Fazer:

Coloque na tigela a manteiga, o açúcar, o ovo e misture.

Adicione a farinha peneirada e trabalhe rapidamente com a palma das mãos. Se estiver grudando nas mãos, polvilhe um pouco mais de farinha.

Enrole em um filme plástico e leve à geladeira por 1 hora antes de usar.

CREME:

Ingredientes:

Ingredientes do creme.

  1. 450 g de cream cheese ou queijo contagge, ou ricota…
  2. 4 ovos.
  3. 100 g de açúcar.
  4. 3 colheres de chá de amido de milho ou creme de arroz.
  5. 2 colheres de sopa de rum. Opcional.

Modo de fazer:

Tire a película das gemas, coloque todos os ingredientes no liqüidificador e bata muito bem.

GELÉIA:

MONTAGEM:

Pré aqueça o forno a 180 graus.

Forre a assadeira com a massa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Adicione o creme de queijo e leve para assar por, mais ou menos, 20 minutos. A massa estar corada e o creme ainda branco. Faça o teste do palito.

FINALIZAÇÃO:

Leve a torta para gelar por 8 horas e adicione a geléia.

Uma sobremesa perfeita.

Tenham todos um bom dia.

Rabada Estufada em Vinho Tinto. Uma receita espanhola.

Rabada é uma daquelas receitas sobre as quais não há consenso. A quem goste, a quem odeie…

É uma receita tradicional, muito antiga, comum em todas as culturas e principalmente naquelas que passaram por períodos de fome, seja por guerras, estiagens ou peste. Por que são mais comuns nessas comunidades? Porque as pessoas aprenderam a não desperdiçar alimentos pois sabem o quanto é sofrido não ter o que comer.

Tudo bem dirá você, mas eu tenho muitas opções e a Rabada não é uma delas. Ok, sem problemas.

O problema começa quando encontro pessoas que não  gostam de um determinado prato muito mais pelo fato de que ele nunca foi executado da forma correta do que propriamente por seu sabor.

Assim sendo, deixem o preconceito de lado e conheçam essa versão espanhola da receita em que a carne é cozida lentamente em vinho tinto.

Espero que gostem.

Ingredientes para 4 porções:

  1. 1 1/2kg de rabada cortada em peças.
  2. Azeite de oliva para fritar.
  3. 2 colheres de farinha de trigo.
  4. Especiarias: cravo, cardamomo, aniz estrelado…um pouco de cada coisa.
  5. 1 cebola.
  6. 3 dentes de alho.
  7. 2 cenouras.
  8. 1 garrafa de vinho tinto. A receita original pedia um Porto, mas não tive coragem de colocar assim, coloquei um bom Tempranillo.
  9. Sal e pimenta q/b.

Modo de fazer:

Uma boa rabada depende de atenção na execução de cada um de seus passos.

Comece no dia anterior. .

Use uma boa panela de fundo grosso. Tefal, antiaderente e coisas do gênero estão fora de cogitação. Pode ser de inox de fundo grosso, de ferro, de barro ou de pedra.

Mantenha o fofo o mais baixo possível para que a carne cozinhe lentamente. Não recomendo o uso de panela de pressão pois como cozinha muito rápido muito da gordura permanece no interior das peças

Você deve limpar cada uma das peças cuidadosamente, retirando toda a membrana e a gordura que puder.

Peças limpas.

Depois, você deve fritá-la lentamente até estar bem dourada e depois polvilhar a farinha e fritar novamente.

A partir desse momento o processo todo é demorado mas muito fácil.

Adicione a cebola, o alho, as cenouras picadas e as especiarias.

Coloque o vinho até cobrir toda a carne. Se necessário coloque água até completar.

Agora deixe cozinhar lentamente por 4 horas ou mais. Veja no vídeo abaixo:

Após esse período a carne estará muito tenra e soltando dos ossos.

Separe a carne do caldo em duas tigelas e coloque-as na geladeira até o outro dia.

Tire a tigela de caldo da geladeira e, com a ajuda de uma colher, retire toda a gordura que solidificou na superfície. O caldo abaixo da gordura terá uma consistência gelatinosa e espessa.

Retorne o caldo para a panela junto com a carne e cozinhe mais um pouco até reduzir e encorpar.

Agora, e somente agora, você vai adicionar o sal. Como você pode imaginar, se você tivesse salgado no começo o resultado final seria muito salgado devido á redução do volume do caldo.

Agora um toque brasileiro: lave dois maços de agrião, corte rente aos talos e, quando o cozido estiver pronto, adicione à panela e tampe.

Sirva acompanhado de polenta ou arroz.

Ou puro somente com um bom pedaço de broa para molhar no caldo e uma taça de Tempranillo para brindar.

Rabada. Uma trabalhosa e gratificante receita para o 1º de maio.

É preciso começar na véspera, limpar muito bem todos as partes, cozinhar lentamente por 4 horas, deixar na geladeira até o outro dia, retirar toda a gordura e voltar a cozinhar mas…vale o esforço. Servido com polenta, bastante agrião e um bom tinto espanhol ê uma refeição perfeita para esse dias amenos.

image

Tenham todos uma boa noite.

Salada de Grão-de-Bico com Coentro. Uma refeição completa em um único prato.

O título desse post não é exagerado. De fato, se pensarmos em termos nutricionista essa salada nos proporciona um perfeito equilíbrio entre proteínas, carboidratos, gorduras e vitaminas. Isso sem falar dos benefícios do consumo de grãos e leguminosas em uma alimentação equilibrada.

image

Para mais dados ver  http://www.einstein.br/blog/paginas/post.aspx?post=738

Agora, sejamos sinceros de nada adianta um alimento ser muito saudável se ele não for também saboroso e nesse quesito nosso amigo grão de bico dá um show. Preparado como o feijão nosso de cada dia, como feijoada, com bacalhau, com dobradinha, como homus… De todos as formas que sua criatividade mandar  esse é um alimento que não pode faltar em sua mesa.

Então, aqui está uma receita feita com ele cozido até estar tenro mas ainda inteiro e temperado com coentro. Não gosta de coentro? Coloque hortelã, salsinha, cebolinha….

Ingredientes para 4 pessoas:

  1. 200gr de grão-de-bico deixado de molho de um dia para o outro.
  2. 1 cebola bem picada.
  3. 2 ou 3 tomates picados.
  4. 1 maço de coentro…ou hortelã…ou salsinha…
  5. Suco de 2 limões.
  6. Azeite de oliva.
  7. Folhas de louro.
  8. Sal e pimenta.

Modo de Fazer:

Cozinhe o grão-de-bico com as folhas de louro em uma panela comum (não precisa panela de pressão) até estar tenro mas ainda inteiro.

Pique a cebola, o tomate e o coentro.

Misture os ingredientes e tempere com azeite de oliva, sal, pimenta e o suco dos limões.

Veja passo a passo no vídeo abaixo.

Caso tenha gostado do vídeo, visite o canal da Cozinha Sincera no YouTube e inscreva-se.