O Hambúrguer. A perfeita combinação de acompanhamentos.

No vídeo estão os links para outras opções de acompanhamento, para receitas de pães e dicas para compra e preparo da carne.

Divirtam-se!!

Húmburguer. Porque se você vai fazer, faça bem feito!

Primeira etapa da construção de um húmburguer de respeito.

Cebolas caramelizadas, bacon trançado e carne moída fresca moldada na hora e temperada só com pimenta.

Será que ficará bom?

Amanhã dou notícias.

Cebola caramelizda, bacon trançado e carne fresca temperada com pimenta e moldada.

Cebola caramelizda, bacon trançado e carne fresca temperada com pimenta e moldada.

Cheesecake com Frutas Marinadas. Sem glúten, mais fácil, mais leve, mais gostoso e menos calórico.

Cheesecake é uma sobremesa rápida e fácil de fazer. Agora, se você o fizer sem a base de bolachas ou massa brisée, você terá uma sobremesa igualmente gostosa e ainda mais leve e saudável.

Veja a receita abaixo, assista o vídeo e, se gostar, assine o canal A Cozinha Sincera do YouTube.

Frutas Marinadas.

Ingredientes:

  1. 300 a 400 gr de frutas vermelhas como morangos, framboesas, mirtilos e amoras.
  2. 2 a 3 colheres de sopa de açúcar.
  3. 1 colher de sopa de vinagre balsâmico.

Modo de fazer:

Lave, pique as frutas, adicione o açúcar e o vinagre.

Deixe repousar enquanto prepara o creme.

 

Morangos, Mirtilos e Amoras.

Morangos, Mirtilos e Amoras.

Picados e marinando em 2 colheres de sopa de açúcar.

Picados e marinando em 2 colheres de sopa de açúcar.

Creme:

Ingredientes:

  1. 450 gr de cream Cheese tipo Filadélfia.
  2. 3 ovos.
  3. 100 gr de açúcar.
  4. 2 colheres de sopa de amido de milho.
  5. 1 colher de chá de rum. Opcional.

Modo de Fazer:

Bata tudo muito bem no liqüidificador.

Montagem:

Unte  com manteiga e polvilhe açúcar em ramequins.

Adicione o creme e leve para assar em forno preaquecido a 180 graus por 15 ou 20 minutos até dourar e o teste do palito dar positivo.

Ramequins untados com manteiga e polvilhados com açúcar.

Ramequins untados com manteiga e polvilhados com açúcar.

Quando esfriar, leve ao forno para gelar, desenforme e sirva com as frutas marinadas.

Você pode servir nos ramequins também, ou fazer em uma tigela de assar suflê se quiser fazer um só….

Cheesecake.

Cheesecake.

O vídeo com a íntegra da receita pode ser visualizado abaixo.

Bom apetite.

Picanha à Moda do Pantanal acompanhada de Batata-Doce assada com Alecrim e Salada de Radichio com Bacon.

Você não precisa ter uma churrasqueira para desfrutar do prazer de saborear uma suculenta fatia de Picanha. Conheça a Receita da Picanha Pantaneira e nunca mais precise ir a uma churrascaria para comer esse corte delicioso.

foto 2 (1)

O segredo? A peça é furada, tempera com sal e pimenta e envolvida em uma capa de farinha de mandioca.

O resultado? A gordura escorre por dentro dos cortes mas a farinha sela a peça impedindo que a gordura e o sumo escorra proporcionando fatias macias e suculentas…

De  brinde vem a crosta formada pela gordura em contato com a farinha de mandioca… Que me desculpem os nutricionistas e cardiologistas de plantão, mas tem coisas pelas quis vale correr alguns quilômetros a mais…

Ingredientes:

  1. 1 peça de Picanha de no máximos 1,200 gr. Calcule 300 gr. de carne por pessoa.
  2. Sal e pimenta moída na hora.
  3. Farinha de mandioca o quanto baste.

Modo de fazer:

Perfure a carne com a ponta da faça, tempere e envolva completamente na farinha de mandioca.

Leve para assar em forno preaquecido a 200 graus por 45 minutos se você preferir corte mal passados e ao ponto e 50 minutos para cortes ao ponto. Mais do que isso? Não recomendo…

Guarnição:

Batat-Doce assada com Alecrim.

Ingredientes:

  1. Batata-Doce lavada, descascada e cortada em palitos com a casca.
  2. Sal e pimenta do reino moídas na hora.
  3. Alecrim.
  4. Azeite de Oliva.

Modo de Fazer:

Tempere a batata, regue com azeite, esparrame ao redor da Picanha e coloque para assar tudo junto.

Gosto de assar as batatas junto com a carne pois quando tiro a peça para fatiar, misturo as batata no sumo que ficou na forma. Se você preferir pode assar ao mesmo tempo em forma separada.

foto (4)

Acompanhamento

A Salada da Família. Radichio, bacon, vinagre de vinho tinto, sal e pimenta…

Essa salada é uma tradição do Sul do Brasil e deve ser feita com folhas fortes com Radichio, Almeirão ou

Rúcula.

Colheita da Horta da Cozinha Sincera.

Colheita da Horta da Cozinha Sincera.

Ingredientes:

  1. Um bom maço de folhas verdes como as descritas acima.
  2. Bacon a gosto.
  3. Sal e pimenta moída na hora a gosto.
  4. Vinagre de vinho tinto ou balsâmico a gosto.
  5. Azeite de oliva.

Modo de fazer:

Lave as folhas e coloque-as em uma tigela.

Pique o bacon bem miúdo e frite em um fio de azeite de oliva até ficar dourado e crocante.

Adicione às folhas enquanto ainda está fervendo.

Tempere com o sal, a pimenta e o vinagre.

Sirva imediatamente.

Espero que vocês experimentem e gostem.

Abaixo o vídeo da receita no canal YouTube da Cozinha Sincera. Caso gostem inscrevam-se no canal para não perder os próximos vídeos.

Uma boa noite e bom início de semana a todos.

Chá. Um poderoso aliado no combate aos sintomas da gripe.

Corpo dolorido, garganta seca, dor de cabeça, olhos lacrimejando…não há dúvidas, a gripe resolveu pegar no meu pé.

Mas  como quem tem amigos nunca está sozinho, recebi, junto com votos de melhoras, essa receita de chá que me garantiram ser poderosa contra os efeitos da gripe.

image

Vamos a ela então.

Ingredientes:

  1. 1 rodela grande de abacaxi picada.
  2. 1 maçã picada.
  3. 2 rodelas de gengibre.
  4. 5 dentes de alho.
  5. 1 fatia de limão.
  6. 1 colher de chá de mel.
  7. 1 colher de cafézinho de canela em pó.

Modo de fazer:

Em uma panela pequena, coloque os 4 primeiros ingredientes com água mineral ou filtrada, o suficiente para cobri-los e leve para ferver por 20 minutos.

Misture o mel com a canela, adicione a fatia de limão e despeje o chá quente por cima.

Tome ainda quente e repita a operação 2 ou 3 vezes ao dia.

Cuidado para não “tomar friagens” como dizia minha avó. Ou seja, nada de se molhar, sair no sereno ou mexer com água…

Esse chá deveria se chamar “Onde os fracos não tem vez” pois apesar de bastante saboroso é muito forte…kkkk.

O resultado? Sintomas  mais amenos de um dia para o outro.

Vale experimentar ou você acha que a humanidade evoluiu comprando remédios em farmácias…?

Dúvidas? Assista o vídeo abaixo…

Pão de Inhame com Sementes. Sem glúten, sem lactose e sem ovos

O título desse post me fez lembrar  de um livro de que gosto muito, “O dilema do onívoro” de Michael Pollan em que o autor trata dos conflitos e angústias que cercam o homem moderno no que diz respeito ao elementar hábito de se alimentar.  Transgenia, agrotóxicos, aditivos químicos, antibióticos, excesso de açúcar, de gordura, de sal, gordura hidrogenada…enfim…não conseguimos mais olhar os alimentos com a mesma tranquilidade com que nossos avós faziam.

E se podemos afirmar que comer tornou-se um problema para os onívoros em geral o que dizer daqueles que possuem alergias , intolerância ou  sensibilidade  a determinados alimentos? Para esses comer tornou- se quase um pesadelo. Glúten, lactose, ovos…como se alimentar corretamente quando a exposição a um desses elementos pode ser fatal para sua saúde?

Perguntas difíceis e respostas confusas. Não há consenso sobre as causas e estamos muito longe de resolver esse problema. Para saber mais sobre alergias em geral e os problemas com glúten em específico ler http://super.abril.com.br/ciencia/a-verdade-sobre-o-gluten.

Nesse contexto,  e pelo fato de ter pessoas com necessidade de dietas especiais  na família, posts com receitas sem glúten, sem lactose e sem ovos serão comuns nesse blog assim como receitas para quem não necessita desse tipo de cuidado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O que não vai mudar nunca é a honestidade e sinceridade com que trato tanto as receitas quanto seus resultados e,  nesse sentido, vai o primeiro alerta: sem glúten não há pão. Sinto muito. Mas pão no sentido clássico do termo, fofo, macio, denso sem ser pesado só com farinha de trigo. Todo resto é paliativo. Deve ser como esses cigarros eletrônicos para combater o vício ao tabaco. O ritual é o mesmo mas o resultado tende a ser frustrante.

A receita abaixo reflete essa realidade. Um pão sem glúten, feito com sementes de chia, de girassol, inhame e farinha de arroz. Saboroso, com uma casquinha crocante e interior macio…enquanto quente. Depois, duro, seco e farelento… Vale o esforço? Sim, desde que você faça um de cada vez e o coma em seguida.

A receita abaixo rende um pão pequeno.

Ingredientes:

  1. 1 tablete de fermento para pão.
  2. 1 colher de sopa de melaço de cana ou açúcar.
  3. 2 colheres de sopa de linhaça deixada de molho em 1 xícara de água filtrada por 1 hora.
  4. 1 xícara de purê de inhame.
  5. 1 colher de sopa de vinagre.
  6. 1/4 de xícara de azeite de oliva.
  7. 2 xícaras de farinha de arroz.
  8. 2 colheres de melaço ou açúcar.
  9. 1/2 colher de chá de sal.
  10. Sementes de chia e girassol a gosto.

Modo de fazer:

Descasque, cozinhe e transforme em purê o inhame.

Dissolva o fermento no melaço ou no açúcar.

Bata as sementes de linhaça com a água em que ficou de molho.

Misture o líquido com o fermento.

Adicione as sementes, o vinagre, o azeite de oliva, o melaço e o sal.

Misture e sove muito bem pó 10 minutos.

Coloque a massa em uma tigela e deixe repousar em lugar quente ao abrigo do vento. O forno, desligado, por exemplo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Depois de 2 horas, sove novamente, modele, pincele azeite, coloque sementes por cima e deixe repousar na forma por 20 minutos enquanto preaquece o forno a 200 graus.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Asse por 30 minutos, mais ou menos, até que esteja corado e leve.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Sirva ainda quente…

Veja o vídeo da receita no vídeo abaixo e se gostar assine o canal Cozinha Sincera no YouTube.

Se rir de suas angústias é uma das características essenciais da humanidade  essa paródia entre o musical Les Miserables e alergias alimentares  é uma obra de arte.

Manual de Nutrição da Sociedade Brasileira de Pediatria e a polêmica envolvendo a Bela Gil

Depois de publicar no Instagram uma foto com o conteúdo da lancheira de sua filha, Bela Gil foi duramente criticada na Web pelo conteúdo da mesma. Batata doce cozida, banana da terra e água.

Acreditando que todos os pais desejam o melhor para seus filhos e que o conhecimento é a melhor ferramenta para que esse ideal seja atingido, compartilho o link da Sociedade Brasileira de Pediatria e suas diretrizes para o que consideram ser uma lancheira saudável

Vale pena ler.

http://www.sbp.com.br/pdfs/Manual_Lanche_saudavel_04_08_2012.pdf